RO, Domingo, 14 de abril de 2024, às 1:18



RO, Domingo, 14 de abril de 2024, às 1:18


Dr. Luís do Hospital destaca equilíbrio entre Zoneamento e Agronegócio para o Desenvolvimento Sustentável de Rondônia

PORTO VELHO — Em um discurso comprometido com a população e com uma visão progressista para o desenvolvimento de Rondônia, o presidente da Comissão de Agropecuária e Política Rural (CAPR), o deputado estadual Dr. Luís do Hospital, ressaltou a necessidade de equilibrar o Zoneamento Socioeconômico e Ecológico do Estado com as demandas do setor produtivo. A declaração ocorreu durante a reunião extraordinária da CAPR, na tarde desta quarta-feira (27), no Plenarinho 2 da Assembleia Legislativa de Rondônia, em Porto Velho, cujo propósito era discutir o início do levantamento cartográfico do Estado.

Para o parlamentar, o zoneamento não deve servir como uma barreira ao desenvolvimento, mas sim como uma ferramenta para orientá-lo de maneira sustentável. Ele enfatizou que o setor produtivo precisa de espaço para expandir e inovar, assegurando a segurança alimentar da população, fortalecendo a economia e impulsionando o desenvolvimento. “É fundamental alcançarmos um entendimento sólido e alinhado com o futuro que desejamos para nosso estado. Precisamos promover um zoneamento que não prejudique ninguém, que harmonize a proteção ambiental com as atividades do agronegócio, promovendo o desenvolvimento sustentável”, destacou.

Dr. Luís do Hospital também salientou os desafios enfrentados pelo setor produtivo, incluindo obstáculos concretos como as atuais restrições enfrentadas pelos frigoríficos na aquisição de gado, enfatizando a necessidade de soluções urgentes. “Não podemos comprometer o potencial de Rondônia para o agronegócio, que é a espinha dorsal de nossa economia. Devemos encontrar maneiras de fomentar a produção local e reduzir nossa dependência de importações de produtos como laranjas”, pontuou.

- Advertisement -



Durante a reunião, foi estabelecido que o levantamento cartográfico terá início em breve. O projeto será financiado por meio de recursos de compensação ambiental das hidrelétricas Jirau e Santo Antônio, emendas da bancada federal e do Fundo Amazônico, e sua execução ficará sob responsabilidade do Exército. Representantes do Governo do Estado (Sedam e Idaron), Federação da Agricultura e Pecuária – FAPERON, Associação Dos Proprietários Rurais de Rondônia – APRRO, Federação das Indústrias do Estado de Rondônia – FIERO, Associação dos Produtores de Soja e Milho – APROSOJA, Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia – FETAGRO estiveram presentes.

Ao final, o deputado reiterou o compromisso da comissão em trabalhar incansavelmente para garantir que Rondônia continue trilhando o caminho do crescimento e desenvolvimento, deixando clara sua determinação em conduzir os trabalhos da CAPR de forma a contribuir positivamente para o futuro de Rondônia e de sua população.






Outros destaques


+ NOTÍCIAS