Rondônia, domingo, 28 de novembro de 2021, às 23:17 [email protected] - Telefone 69 9 99475050

domingo 28 novembro 2021

Trabalho informal envolve 71,8% da população economicamente ativa em Tlaxcala, México

De acordo com os resultados da nova edição da Pesquisa Nacional de Ocupação e Emprego, publicada pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia, durante o trimestre julho-setembro de 2021, a População Economicamente Ativa (PEA) de Tlaxcala (México) foi 626,7 mil pessoas com mais de 15 anos, das quais 592,3 mil e 34,4 mil estavam desempregados.

De tal forma que 71,8% da PEA de Tlaxcala foi inserida na informalidade laboral, o que implica que recebam pagamento pelos seus serviços, mas nenhum tipo de benefício social adicional.

Outros 42,5 por cento das pessoas empregadas desenvolveram-se no setor informal, o que significa que não pagam contribuições para o Estado; 37 por cento em condições críticas de ocupação; e 22,5 por cento no subemprego; além disso, o trabalho assalariado abrangia 63,3% desses cidadãos. Os números revelam que o percentual de informalidade do trabalho no estado é um dos mais altos do país, superado por Chiapas, que tem 78% de sua PEA, Guerrero 78,2, Hidalgo 73,4 e Oaxaca com 80,7%.

De outro lado, a PEA do país no trimestre de julho, agosto e setembro alcançou 58,3 milhões de pessoas, 4,7 milhões de pessoas a mais que no terceiro trimestre do ano anterior.

Estavam ocupados um total de 55,8 milhões de pessoas, o que implicou um acréscimo de 5 milhões de pessoas face ao mesmo trimestre de 2020, estando este aumento concentrado no comércio com mais 1,3 milhão de pessoas ocupadas, na restauração e serviços de alojamento com 938 mil, em serviços profissionais, financeiros e corporativos 663 mil, serviços diversos 618 mil e na indústria de transformação com mais 490 mil pessoas. O pessoal ao serviço das microempresas aumentou 2,7 milhões, nos pequenos estabelecimentos 793 mil e nos grandes estabelecimentos 380 mil.

NOTA
Em tempos pré-hispânicos, Tlaxcala foi uma das nações que mantiveram a sua independência do Império Asteca. Até hoje segue mantendo parte de seu pré-nacionalismo pré-hispânico. A cidade colonial de Tlaxcala foi fundada em 1520 por Hernán Cortez.
[Montezuma Cruz, com Milenio, de Puebla, e Wikipedia].

Outras notícias