RO, Quarta-feira, 19 de junho de 2024, às 15:32



RO, Quarta-feira, 19 de junho de 2024, às 15:32


Operação contra desmatamento ilegal em terras indígenas de RO apreende mais de 25 cheques com valor de R$ 640 mil

Operação teve o objetivo de parar o desmatamento ilegal nas terras indígenas Igarapé Lage, Ribeirão e Karipuna

Madeiras apreendidas pela operação da PF em Nova Mamoré | Foto: Reprodução/ Policia Federal (PF)

Mais de 25 cheques, no valor de R$ 640 mil, celulares e rádios amadores foram apreendidos durante operação da Polícia Federal (PF) realizada nesta terça-feira (14) contra a extração ilegal de madeiras em terras indígenas em Rondônia.

Segundo a PF, a segunda fase da Operação Brasil aconteceu em Nova Mamoré (RO). Seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos, com apoio de profissionais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama).

A segunda fase da operação tem como objetivo aprofundar as investigações e obter novas provas sobre a prática do crime ambiental nas terras indígenas Igarapé Lage, Ribeirão e Karipuna, assim como estabelecer o vínculo entre pessoas e empresas envolvidas na ação criminosa.

- Advertisement -



Agentes da PF e Ibama fazem buscas em redidencias em Nova Mamoré | Foto: Reprodução/ Policia Federal (PF)

A primeira fase da operação foi realizada em agosto de 2021, e apurou que um grupo criminoso extraia madeira, inclusive de espécies ameaçadas de extinção, ilegalmente das terras indígenas durante a noite e encaminhava o material para três madeireiras locais.

As áreas de desmatamento foram confirmadas com a ajuda de imagens de satélite, drones e sobrevoo de helicóptero. Os danos ambientais foram estimados em mais de R$ 22 mil.

Pátio de ceralheria onde a PF fez busca contra a exploração de madeira de terras de proteção ambiental | Foto: Reprodução/ Policia Federal
Fonte: G1





Outros destaques


+ NOTÍCIAS