RO, Domingo, 03 de março de 2024, às 17:23



RO, Domingo, 03 de março de 2024, às 17:23


Holanda interna brasileiro que matou amigo por medo de ser ‘devorado’

Exames periciais revelaram que Begoleã sofria de um delírio paranoico em relação à vítima. Ele acreditava, erroneamente, que Alan era canibal e pretendia matá-lo e consumi-lo

© Reprodução Redes Sociais

Ministério Público da Holanda solicitou a internação compulsória de Begoleã Mendes Fernandes, um mineiro de 26 anos, sob a suspeita de assassinar seu amigo, Alan Lopes, de 21 anos, em Amsterdã.

Exames periciais revelaram que Begoleã sofria de um delírio paranoico em relação à vítima. Ele acreditava, erroneamente, que Alan era canibal e pretendia matá-lo e consumi-lo. O medo e esse delírio teriam motivado o crime.

O crime, segundo o Ministério Público, foi premeditado. No dia 26 de fevereiro de 2023, Begoleã foi à casa de Alan em Amsterdã, onde brigou com ele e o matou a facadas.

- Advertisement -



No dia seguinte, Begoleã foi detido em um aeroporto de Lisboa com carne na mala. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal reportou que ele pretendia viajar para Belo Horizonte e portava documentos falsos, incluindo um cartão de identidade italiano e outros em nome de terceiros, o que gerou suspeitas.

Duas semanas após sua detenção, Begoleã foi extraditado para a Holanda, onde permanece preso desde 13 de março de 2023.






Outros destaques


+ NOTÍCIAS