RO, Sábado, 25 de maio de 2024, às 11:38



RO, Sábado, 25 de maio de 2024, às 11:38


O DIA NA HISTÓRIA — Dia Mundial de Combate ao Câncer

Lúcio de Albuquerque

PORTO VELHO — 8.4.2024 – BOM DIA! RONDÔNIA: 1920 – Em Abunã, caçador tenta matar a golpes de facão um tamanduá, e termina vítima das garras do animal, que dilaceraram seu pescoço. 1948 – É grande o número de pessoas tuberculosas em Porto Velho e o governo do Território iniciou uma campanha de orientação, combate e prevenção à doença. 1950 – Para ajudar os ribeirinhos alagados pelo Rio Madeira, são vários os movimentos em Porto Velho, incluindo coleta de donativos, sessão especial de cinema e um festival num clube da cidade.

1984 – Com previsão de mais chuvas fortes até ao fim do mês, as águas do Rio Madeira já invadem ruas centrais de Porto Velho e a antiga estação da ferrovia Madeira-Mamoré.

1987 – Dois delegados, acusados de envolvimento na morte do comerciante de ouro “Assis”, em 1982, tentam relaxar a preventiva para se apresentarem à Justiça.

- Advertisement -



2014 – Pelos cálculos de tripulantes de embarcações a cheia do Rio Madeira, que este ano atingiu mais de 19 mts acima do nível normal, dá sinais de arrefecimento.

HOJE É

• Dia Mundial de Combate ao Câncer. Dia Nacional do Sistema Braille. Dia Mundial da Natação. Dia Mundial da Astronomia. Dia Nacional dos Correios.
• Católicos celebram São Dionísio de Corinto, Santo Alberto Magno,

BRASIL

1719 — O bandeirante paulista Pascoal Moreira Cabral (1654/1724) funda Cuiabá, território espanhol pelo Tratado de Tordesilhas.
1963 — Fundação do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo.

MUNDO

1973 — Morre Pablo Picasso (n. 1881), pintor espanhol , ajutor der “Guernica”.
1999 – Descobertos grupos de múmias Incas na Cordilheira dos Andes.

FOTO DO DIA

GUEDES, UM ESQUECIDO (VI) – FINAL

Em sua casa, o governador Humberto Guedes elogiou sua equipe, destacando o secretário de Educação Jerzy Badocha (eleito deputado estadual em 1982, um dos subscritores da 1ª Constituição estadual).

Ele lamentou não ter feito mais por Guajará-Mirim, “porque a chegada de milhares de novas famílias em busca de terra, que se instalaram na regão centro-sul da BR rondoniense precisavam muito de tudo”.

É comum ouvir-se que seu sucessor, Jorge Teixeira, abafou o que Guedes fizera. Na entrevista, nenhuma palavra contra Teixeira.
Disse, sobre o legado deixado a Teixeira: “Fiz o que nunca ocorrera na História do Território: o atual convidar o futuro governador a visitar Rondônia. A isso, hoje, se chama período de transição”.

“Ele conheceu o projeto visando à criação do Estado, demos todas as informações necessárias. Passei a ele a contabilidade, relato do que tinha sido feito, do que paguei, do que tinha a pagar”.

Foto: Eu, apresentando um governador ao outro, quando Teixeira, a convite de Guedes, veio para conhecer RO. (F. Manoel Nascimento)

Lúcio Albuquerque — 69 99910 8325






Outros destaques


+ NOTÍCIAS