Rondônia, segunda-feira, 25 de outubro de 2021, às 01:31 [email protected] - Telefone 69 9 99475050

segunda-feira 25 outubro 2021

Prazo para quem deseja fazer o curso de jornalismo na Unir termina hoje

Coordenação do curso lança vídeos para apresentar a profissão e atrair alunos

PORTO VELHO – Três vídeos em formato Reels, de um minuto, falam de forma diferente sobre o curso de jornalismo da Universidade Federal de Rondônia (Unir). Eles abordam a formação que o estudante terá no curso, a história da migração de Vilhena para Porto Velho e o espaço e as pessoas vinculadas ao curso. As produções podem ser acessadas no Instagram e no YouTube do MíDI – Grupo de Pesquisa em Mídias Digitais e Internet.

“A nossa intenção com os vídeos é alcançar principalmente os estudantes mais jovens do estado, por isso, eles são curtos, de um minuto cada, possuem legendas e dois deles fazem referência direta a séries famosas como The Office e Todo Mundo Odeia o Chris”, explicou o coordenador do curso de jornalismo e do MíDI, Allysson Martins.

O curso de Jornalismo da Unir chegou a capital em 2020 e vai receber sua segunda turma de alunos. Segundo o coordenador, os estudantes vão aprender não apenas a trabalhar como repórter em diversas mídias ou como assessor de comunicação, para lidar com a imagem das pessoas e empresas. A formação abrange também fotografia, design gráfico e produção de conteúdo para as redes e mídias sociais.

Com a maior parte dos seus professores atuando como pesquisadores e com título de doutores, o curso de jornalismo da Unir é o único do estado em uma universidade pública, gratuita e de qualidade. “Para lidar com as diferentes realidades das pessoas, o curso apresenta ainda uma formação humanística sólida, compreendendo as diversidades brasileiras e regionais”, afirma Martins.

O processo seletivo para estudante da Unir está aberto até hoje, segunda-feira, 6. A seleção será feita pela nota obtida pelos interessados em uma das três últimas edições do Enem. O candidato poderá escolher a melhor nota obtida no exame de 2018, 2019 ou 2020.

Fonte: MíDI – Grupo de Pesquisa em Mídias Digitais e Internet – Unir

Outras notícias