Rondônia, segunda-feira, 25 de outubro de 2021, às 01:24 [email protected] - Telefone 69 9 99475050

segunda-feira 25 outubro 2021

MP e Segurança Pública discutem como fortalecer prevenção e investigação de crimes no campo

O procurador-geral de Justiça, Inavildo de Oliveira, realça a importância das instituições do Estado na prevenção de conflitos coletivos pela posse de terra, destacando o relevo do trabalho das forças de segurança para a pacificação no campo

PORTO VELHO – Integrantes do Ministério Público de Rondônia estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira, 8, com a cúpula da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) e o corpo diretivo das Polícias Civil e Militar para discutir a definição de um protocolo de ações para casos relacionados à violência agrária. O objetivo é fortalecer e aprimorar mecanismos de investigação de delitos ocorridos no campo, especialmente, em se tratando de homicídios.

Na reunião, que teve como objetivo promover um alinhamento de ações que permitam aprimorar a apuração e resolutividade de crimes ocorridos nesse contexto, foram estabelecidas tratativas a fim de que o Estado venha intensificar medidas e mecanismos de investigação, para reduzir as dificuldades existentes para o trabalho da Polícia nesse cenário.

A reunião foi presidida pelo Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, e teve a participação do titular da Sesdec, coronel José Hélio Cysneiros Pachá. Também estiveram presentes o subprocurador-geral de Justiça, Eriberto Gomes Barroso, e o diretor-geral de Polícia Civil, Samir Fouad Abboud, além de promotores de Justiça.

Reunião da cúpula da segurança pública com membros do Ministério Público, na procuradoria-geral de Justiça, sexta-feira (Foto: Assessoria MPRO)

Durante o encontro, o chefe do MPRO endossou a importância das instituições do Estado na prevenção de conflitos coletivos pela posse de terra, destacando o relevo do trabalho das forças de segurança para a pacificação no campo e também para a resolução de crimes eventualmente praticados como desdobramento dessas disputas.

Estiveram presentes à reunião, os promotores de Justiça Héverton Aguiar (coordenador da força-tarefa para atuação em conflitos coletivos por posse de terra do MPRO), Tâmera Padoin Marques Marin; Joice Gushy Mota Azevedo; Jefferson Marques Costa e Willer Araújo Barbosa.

Também compareceram o secretário adjunto da Sesdec, Hélio Gomes Ferreira; a delegada-geral adjunta, Alessandra Paraguassu; o diretor geral da Politec, Domingo Sávio Oliveira, e, ainda, o representante do Comando Geral da Polícia Militar, coronel Drayton Florêncio da Silva.

DCI-Departamento de Comunicação Integrada MPRO

Outras notícias