Rondônia, segunda-feira, 25 de outubro de 2021, às 01:29 [email protected] - Telefone 69 9 99475050

segunda-feira 25 outubro 2021

GIRO DE NOTÍCIAS – Hoje é Dia Municipal do Tacacá, especiaria indígena que ‘bota banca’ em Porto Velho

Tecnificação e ciência para a agricultura devem estar ao alcance de todos, não só dos ricos, diz Tereza Cristina ao G20

PORTO VELHO – A cidade de Porto Velho celebra neste sábado uma data especial, voltada só para um produto amazônico: hoje, 18 de setembro, é o Dia Municipal do Tacacá (palavra indígena que significa “cheiro ruim” (???) – e de gosto excelente. Prato típico da Região Amazônica, é de origem indígena e, segundo o antropólogo Câmara Cascudo, “ao que tudo indica o tacacá é uma variação do mani poi, uma sopa apreciada pelos índios”.

ONDE ENCONTRAR

Em Porto Velho e Guajará-Mirim – onde se toma o tacacá com pipoca -, há muitas tacacazeiras. Hoje à noite, em frente ao Mercado Cultural, a data será comemorada solenemente durante o evento “Tacacá Musical”.

SEMANA DO TRÂNSITO

Mais uma “semana do trânsito”. Determinação da legislação específica então não se discute. Cumpre-se! Mas sem novidades, mesmos discursos, mesmas cobranças de quem paga os impostos, inclusive salários de quem tem obrigação de humanizar e fiscalizar o trânsito, o próprio Detran, as Ceretran’s, a Polícia Militar e os órgãos fiscalizadores municipais.

O tema deste ano é: “No trânsito, sua responsabilidade, salva vidas”. Os órgãos também têm responsabilidade?

DIA DA DEMOCRACIA

Tem razão o deputado Leo Moraes, ao reclamar que, no “Dia da democracia” – dia 15 passado, a dita cuja sofra um duro golpe, com a Câmara Federal aprovando proposta de dar “gancho” de quatro anos a magistrados, membros do MP, policiais de todos os tipos que queiram se candidatar.

Numa Câmara Federal cujos membros olham apenas para seus umbigos, a aprovação da matéria não foi mais do que a manjadíssima ação de “reserva de mercado”.

IGUAL

Igual à decisão de deixar políticos que tenham cometido crime previsto pela legislação podendo concorrer. Foram duas “ações entre amigos”.

SEM CRÍTICAS

Pelo visto temos mais uma figura imexível no país. No Rio de Janeiro a juíza Geraldine Vital, atendendo pedido do MNDH (Movimento Nacional de Direitos Humanos) proibiu o governo federal de “praticar qualquer ato institucional atentatório a dignidade do professor Paulo Freire”, considerado Patrono da Educação Brasileira e que, se estivesse vivo, completaria 100 anos no próximo domingo, 19.

A LEI

A lei que tornou Paulo Freire impoluto em relação a críticas do governo federal, é a nº 12.612/2012, conforme o portal do MEC, quando era nossa presidente Dilma Roussef.

DINHEIRO

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em novembro podem sacar, desde ontem, 17, a quinta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 29 de agosto.

NOVIDADE

Agora, os recursos também podem ser transferidos para uma conta corrente, sem o pagamento de tarifas, e ainda podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele, é possível pagar boletos e contas, como água e telefone, fazer compras pela internet e pelas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, com o cartão de débito virtual e QR Code.

EM DUVIDA…

Acesse https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

AGRICULTURA

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse durante reunião, ontem, com ministros dos países integrantes das 20 maiores economias do planeta (G20), que pesquisas científicas e inovações devem estar acessíveis a todos os países, e não apenas a produtores subsidiados por países ricos. Ela citou haver dois aspectos que precisam ser observados para que os países consigam obter sustentabilidade no setor agropecuário.

OS DOIS

Segundo Tereza Cristina, o primeiro é disponibilizar aos produtores rurais ferramentas para produzir mais, usando menos recursos naturais. O segundo, fazer da ciência uma força motriz para manter o comércio fluindo e os mercados previsíveis”. Alguém duvida?

Por: JLA Cavalcanti e equipe, com informações de www.agenciabraisl.ebc.com.br

Outras notícias