RO, Domingo, 03 de março de 2024, às 18:31



RO, Domingo, 03 de março de 2024, às 18:31


Conheça a cadela que amamentou 10 filhotes depois de adotar ninhada da ‘amiga’ que morreu em RO

Serena e a amiga tiveram filhotes juntas depois que ambas foram abandonadas. Mesmo medicada, ela adquiriu anemia extrema pelo esforço em cuidar das ninhadas

Serena adotou filhotes da amiga que morreu em um acidente — Foto: Reprodução

Uma cadela chamada Serena e a amiga dela tiveram filhotes juntas, depois que ambas foram abandonadas em um sítio da zona rural de Cacoal. Quando a amiga morreu em um atropelamento, Serena adotou a ninhada: foi assim que ela passou a amamentar 10 filhotes de uma só vez.

A moradora do sítio onde as cadelas foram abandonadas entrou em contato com o abrigo “Vira-Lata, Vira Amor” quando viu a cadela se esforçando para cuidar de duas ninhadas. Foi então que se iniciou uma “operação” para ajudar a Serena a manter a adoção.

“A gente deu vitamina pra ela, a gente deu remédio para carrapatos, uma ração bem calórica porque é muito difícil cuidar de uma ninhada tão grande dessa”, explica Marília, representante do abrigo.

- Advertisement -



Sem a possibilidade de abrigar os 10 filhotes de uma vez, os voluntários cuidaram de manter a Serena forte para amamentar e cuidar das ninhadas. E deu certo.

“Além de amorosa, muito boazinha, ela fez de tudo pra salvar a ninhada, os filhotes estão todos bem”, aponta Marília.

Serena no veterinário — Foto: Reprodução

Depois de crescidinhos, os filhotes foram todos doados. Já a Serena, foi resgatada pelo abrigo e encaminhada para o veterinário. Lá, os médicos descobriram que o esforço para amamentar as ninhadas teve consequências.

“Quando a gente fez os exames na serena ela tava muito doente, uma doença do carrapato bem grave, bastante anêmica, ela deu tudo de si para cuidar das ninhadas e foi aí que a gente descobriu que ela era idosa”.

Mas, provando ser resistente, Serena enfrentou o tratamento com garra e já é uma nova cadela, com pelos brilhantes e mais nutrida. O objetivo do abrigo é castrar a cadela e, em breve, colocá-la para adoção.

Fonte: G1





Outros destaques


+ NOTÍCIAS