RO, Quarta-feira, 19 de junho de 2024, às 16:32



RO, Quarta-feira, 19 de junho de 2024, às 16:32


Café está presente do plantio à degustação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional

Rondônia conquistou do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) o selo de Indicação Geográfica (IG) do café, o que sinaliza que é referência nessa cadeia produtiva

A trajetória exitosa do café em Rondônia é comemorada nesta sexta-feira (24), Dia Nacional do Café, como caso de sucesso da agricultura na Amazônia, e está presente do plantio à degustação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional, feira agropecuária de Rondônia, que acontece no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná, com programação até sábado (25).

O cafezinho robusta amazônico não pode faltar na mesa dos rondonienses, e ganha cada vez mais, o gosto dos apreciadores nacionais e internacionais desta saborosa bebida. E não é à toa que a produção por essas bandas só cresce. O governo de Rondônia tem investido na revitalização das lavouras com sustentabilidade e qualidade.

Cafeicultores comemoram bons negócios na feira

O governador do estado, Marcos Rocha, destaca o ambiente favorável para o café no estado. ‘‘Rondônia produz cada vez mais cafés especiais, de qualidade, com sustentabilidade e que são premiados, o que mostra a força da agricultura familiar no estado, e o esforço conjunto do governo e dos produtores em fortalecer essa cadeia produtiva. Estamos plantando políticas públicas e colhendo reconhecimento nacional’’, pontuou.

- Advertisement -



O titular da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Luiz Paulo ressaltou que, Rondônia conquistou do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) o selo de Indicação Geográfica (IG) do café, o que sinaliza que é referência nessa cadeia produtiva. ‘‘Na feira agropecuária rondoniense o café está em destaque, presente em temas de palestras, nas vitrines tecnológicas, no Pavilhão da Agricultura e também no Pavilhão Empresarial Internacional”, afirmou.

VITRINE TECNOLÓGICA

O café é um das vitrines tecnológicas da feira

O café está sendo apresentado em uma das vitrines tecnológicas da 11ª Rondônia Rural Show Internacional. No local, o público pode apreciar o plantio e receber instruções sobre boas práticas na plantação, colheita e torra. Há amostras de cafés tradicionais e especiais; naturais e fermentados. O público também pode degustar e perceber a diferença no paladar.

PALESTRA

Essa cadeia produtiva foi tema de palestra na feira. A extensionista da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), Daniela Dalazen, apresentou ao público o Projeto Degusta Café 80+, que incentiva a produção de um café de maior qualidade, com pontuação acima de 80, a partir do ponto certo da colheita, quando os grãos estão maduros, grãos selecionados e em torra média, considerada a ideal.

PAVILHÃO DA AGRICULTURA

Exposição de café no Pavilhão da Agricultura

No Pavilhão da Agricultura, o público confere o melhor da produção de café proveniente da agricultura familiar. A exemplo da produção do cafeicultor do município de Theobroma, Jonas Pereira. ‘‘É muito bom estar divulgando o nosso café na Rondônia Rural Show, para que o público conheça o produto. Produzimos com qualidade, desde o plantio, com a utilização de clones especiais. Contamos com o incentivo do governo mediante assistência da Emater e da Seagri’’, destacou.

PAVILHÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL

Foi preparado o Espaço Café, no Pavilhão Empresarial Internacional. O cafeicultor e presidente da Associação dos Cafeicultores da Indicação Geográfica Matas de Rondônia (Caferon), Juan Travain ressaltou que, a feira proporciona contato junto ao público nacional e internacional.

Espaço do Café no Pavilhão Empresarial Internacional

‘‘Mostrar a qualidade do café é importante para gerar negócios. É perceptível a diferença de Rondônia em relação a outros estados, devido à integração do setor privado e público. Estamos em um momento muito bom de união, que gera o fortalecimento da produção do café’’, considerou. No local, mais de mil copos de café são servidos por dia, e as vendas superam as expectativas.

O estande da Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon) está representando mais de 10,4 mil produtoras de cafés, com gosto de chocolate, caramelo e frutados; com torra equilibrada e sabor mais doce, sem a necessidade de acrescentar açúcar, em razão da colheita dos grãos maduros.

AMOR PELA CAFEICULTURA

O amor pela cafeicultura faz parte da história da produtora rural de Novo Horizonte, Alessandra Inácio Lopes Frez, que já lançou a marca de segundo melhor café do Brasil, em 2021, e compartilha sua trajetória na produção de cafés especiais com o público da 11ª Rondônia Rural Show Internacional.

‘‘O café uniu a nossa família. Desde 2021 meu esposo passou a se dedicar a cafeicultura junto comigo, e nossos filhos também nos ajudam. Temos muito orgulho de trabalhar com cafés especiais, aos quais fui apresentada pela Emater. Ampliei o plantio, que agora é de quase três hectares, e consegui colocar placas solares na nossa propriedade. No ano passado conseguimos comprar o nosso carro’’, comemorou. O café tem transformado vidas, e promovido o desenvolvimento no estado de Rondônia.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DA RONDÔNIA RURAL SHOW INTERNACIONAL 2024

1º Dia do evento

2º Dia do evento – Parte II – Parte III

3º Dia do evento






Outros destaques


+ NOTÍCIAS