terça-feira 28 setembro 2021 - 15:07
32 C
Porto Velho

terça-feira 28 setembro 2021

Atuação do MPT, TRT e UNOPS viabiliza reforço no enfrentamento da pandemia em Rondônia e Acre

RONDÔNIA/ACRE – Mais de 1,5 milhão de equipamentos de proteção individual (EPIs) foram doados às secretarias de Saúde do Acre e de Rondônia pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) através do UNOPS – organismo das Nações Unidas especializado em compras e infraestrutura. Além de EPIs como luvas, máscaras e toucas, também foram entregues álcool e seringas. As aquisições foram realizadas com recursos decorrentes da atuação MPT em Rondônia e Acre em ações movidas perante o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região.

Foram entregues à Secretaria de Estado da Saúde do Acre (SESACRE) cerca de 450 mil luvas e 100 mil máscaras cirúrgicas. Já a Secretaria de Estado da Saúde do Estado de Rondônia (SESAU) recebeu 195 mil luvas, 50 mil máscaras e 100 mil seringas. As secretarias dos municípios acreanos de Rio Branco e Bujari também foram beneficiadas, com cerca de 350 mil itens de proteção individual como luvas, máscaras, toucas e aventais.

Segundo a secretária adjunta de Saúde de Bujari, Maria da Conceição Santana, a chegada dos insumos é de grande importância para a proteção da equipe de profissionais da saúde e da população atendida. O município, de aproximadamente 10 mil habitantes, recebeu, além das EPIs, cerca de 700 litros de álcool.

“Agradecemos imensamente essa parceria neste período, pois sabemos que só com esse espírito solidário e de amor ao próximo podemos vencer essa crise global que assola nosso país”, ressaltou Maria da Conceição.

A procuradora-Chefe do Trabalho em Rondônia e Acre, Camilla Holanda, destacou a atuação do MPT na região durante a pandemia, e a importância da união de esforços com instituições como o UNOPS pela defesa dos direitos dos trabalhadores. “Juntos conseguimos realizar destinações que garantam a melhoria de serviços públicos e a proteção dos profissionais da saúde na região, assegurando, assim, o acesso e a dignidade de toda a sociedade”, afirmou.

“O UNOPS e o MPT continuam atuando incessantemente por condições melhores para as pessoas durante a pandemia. Especialmente para aquelas que estão nas linhas de frente no combate ao vírus todos os dias”, afirmou Claudia Valenzuela, diretora e representante do UNOPS no Brasil.

 

 

 

 

 

Fonte: Secom/MPT14 | Secom/TRT14

Outras notícias

error: Content is protected !!